Publicações

Publicações (6)

Pesquisadoras da UFMT, Profª. Drª. Onélia Carmem Rossetto e Profª. Drª. Nely Tocantins (ligados ao INCT/CPP), lideraram em parceria com pesquisadores de outras instituições, a publicação do livro “Ambiente Agrário do Pantanal Brasileiro: Socioeconomia e Conservação da Biodiversidade”.

A obra Ambiente Agrário do Pantanal Brasileiro: Socioeconomia e Conservação da Biodiversidadeorganizada pelas Professoras Doutoras Onélia Carmem Rossetto e Nely Tocantins, versa sobre um importante Bioma brasileiro, com enfoque em temas ainda pouco explorados pela comunidade acadêmica, a realidade social, econômica, demográfica e ambiental da população do ambiente agrário – pescadores, camponeses, pecuaristas e indígenas, as rupturas pela qual vêm passando o modo de vida tradicional e as relações com o meio ambiente em face da modernização.

28 Abril 18

Anais I CONBRAU

Escrito por
Publicado em Publicações

O I CONBRAU teve como objetivo promover um amplo debate que estimule fortemente todas as atividades relacionadas com a pesquisa, a sustentabilidade e a proteção das Áreas Úmidas (AUs). Além do importante debate acadêmico, o I CONBRAU visou também disseminar para o público em geral a importância da elaboração de políticas públicas voltadas ao uso sustentável das AUs, que prestam serviços ambientais de grande importância para o bem estar da sociedade. Estamos disponibilizando os Anais com as palestras e os trabalhos apresentados.

ACESSAR ARQUIVO

“O livro é um compilação de estudos realizados na Grade Pirizal entre 2005 e 2009 e reúne pela primeira vez para uma mesma área do Pantanal informações sobre a densidade de espécies de plantas, artrópodes de solo, anfíbios (sapos, rãs e pererecas), pequenos mamíferos (roedores, marsupiais e morcegos), aves, invertebrados aquáticos e peixes. Escrito em uma linguagem destinada a não-especialistas, o livro pretende fornecer informações de boa qualidade para subsidiar tomadas de decisão pela sociedade, além de ser uma referência para pesquisadores e estudantes sobre a utilização do sistema de grades para estudos de biodiversidade, uma das primeiras a ser instalada fora da Amazônia.”

ACESSAR ARQUIVO

Desde 2004, o CPP cumpre sua missão de fomentar projetos e ações que permearam de forma sistêmica e apontaram soluções aos estrangulamentos para a sustentabilidade do Pantanal. Estes projetos e ações foram organizados inicialmente em três redes de pesquisas transversais. Duas enfocam a sustentabilidade das principais atividades econômicas do Pantanal: a pecuária e a pesca, tratando tanto da capacidade de suporte dos ecossistemas em relação a essas atividades, quanto de como o homem pantaneiro lida com elas. A terceira rede focaliza ações de bioprospecção, alicerçando-se no fato de que o uso sustentável é a melhor estratégia para garantir a conservação do bioma. Posteriormente, foi criada uma quarta rede de pesquisa, denominada “Sustentabilidade dos Recursos Hídricos” – Projeto SINERGIA dedicada aos estudos de recursos hídricos e gerenciamento de impactos decorrentes do aquecimento global na bacia do rio Paraguai. Nesse volume apresentamos as principais atividades de cada uma das redes.

ACESSAR ARQUIVO

“A presente publicação resulta das ações desenvolvidas no âmbito do Projeto Aspectos Socioeconômicos dos Pescadores de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul apoiado pelo Centro de Pesquisas do Pantanal (CPP) e Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI) desenvolvido pelo Grupo de Pesquisas em Geografia Agrária e Conservação da Biodiversidade do Pantanal – GECA /UFMT. Nessa trajetória busca-se evidenciar o processo de construção coletiva que envolveu diversos atores sociais: pescadores artesanais profissionais, acadêmicos e pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso-UFMT e instituições do poder público da esfera municipal, estadual e federal que, juntos, elencaram questões prioritárias e buscaram construir uma proposta que contribuísse para a sustentabilida­de econômica e social dos pescadores e demais atores sociais que vivem no Pantanal Mato-grossense.”

ACESSAR ARQUIVO

O Pantanal é uma vasta planície inundável. Encantador por suas belezas naturais! Há pelo menos dois séculos, o homem ocupa os ambientes do Pantanal. Dessa ocupação, resultou a Cultura Pantaneira, assinalada pelo estreito convívio com os elementos da natureza e trocas com o ambiente. Nesse cenário de riquezas e assimetrias, surge o Centro de Pesquisa do Pantanal, o CPP. Seu grande ofício é gerar conhecimento e capacitar pessoal. Em uma década de atuação, os resultados representam parte de uma extensa jornada. Eles balizam o potencial do que virá para o futuro. E isso é o que inspira o CPP a seguir adiante. Com a missão de contribuir com a sustentabilidade ambiental, social e econômica de Áreas Úmidas (AUs), integrando competências, o CPP está disponibilizando seu mais recente produto.

ACESSAR ARQUIVO

Restrito

Facebook

Contato

Centro de Pesquisa do Pantanal

Rua Dois, N.º 497, Sala 02, Bairro Boa Esperança

Cuiabá - MT

Telefones: + 55 (65)3627-1887

Email: gestao.cpp@gmail.com

Sobre nós

O Centro de Pesquisa do Pantanal – CPP – é uma organização independente, com enfoque humanista e sem fins lucrativos. Seu propósito maior é a promoção da cidadania, que no século XXI, tem na questão ambiental seu ponto chave.

Funcionando em estrutura de rede, o CPP está fortemente calcado em parcerias governamentais e não governamentais dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, contando também com o apoio de setores do governo federal.