CPPANTANAL

CPPANTANAL

26 Outubro

Aviso de Resultado

Processo de Contratação de Consultoria Jurídica  - TR Nº 61/PETRA/CPP/2017

O Centro de Pesquisa do Pantanal torna público o resultado do Processo de Contratação de Consultoria Jurídica, em epigrafe.

Acesse aqui o documento na íntegra.

No esforço de contribuir com o debate sobre a possível redução dos estoques pesqueiros no Pantanal, o CPP tem se dedicado a produzir bases sólidas para as decisões sejam cada vez mais fundamentadas no conhecimento científico. Mas para evitar que os conhecimentos produzidos fiquem restritos ao setor acadêmico, aqui está, em linguagem muito simples, parte do que foi publicado em revistas especializadas sobre a história de vida do pacu (Piaractus mesopotamicus) no Rio Cuiabá.
Para acessar o material na íntegra, Clique aqui 

No esforço de contribuir com o debate sobre a possível redução dos estoques pesqueiros no Pantanal, o CPP tem se dedicado a produzir bases sólidas para as decisões sejam cada vez mais fundamentadas no conhecimento científico. Mas para evitar que os conhecimentos produzidos fiquem restritos ao setor acadêmico, aqui está, em linguagem muito simples, parte do que foi publicado em revistas especializadas sobre a história de vida do pacu (Piaractus mesopotamicus) no Rio Cuiabá.
Para acessar o material na íntegra, Clique aqui 

Estão abertas as inscrições para o Curso de Legislação Ambiental para Ciências Naturais, com foco nas principais leis ambientais federais em vigor no país. 

O curso é elaborado por sistema modular, 20 horas-aula cada módulo, não havendo sistema de pré-requisito entre os mesmos, o interessado elege os temas que mais lhe interessar. 

São 300 horas-aula ao longo do período do curso (abril a novembro de 2018), com aulas no período noturno (18:30-21:40), no Centro de Biodiversidade, UFMT, Auditório do Mestrado.

O curso é promovido pelo Centro de Pesquisa do Pantanal (CPP) com apoio do INCT Áreas Úmidas-INAU, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade/UFMT e 

com a Clínica de Direitos Humanos e Meio Ambiente da Faculdade de Direito/UFMT.

Início das aulas esta previsto para o dia 23 de abril de 2018, as inscrições encontram-se abertas, para maiores informações clique aqui.

28 Abril

Sobre nós

O Centro de Pesquisa do Pantanal – CPP – é uma organização independente, com enfoque humanista e sem fins lucrativos. Seu propósito maior é a promoção da cidadania, que no século XXI, tem na questão ambiental seu ponto chave.

Funcionando em estrutura de rede, o CPP está fortemente calcado em parcerias governamentais e não governamentais dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, contando também com o apoio de setores do governo federal.

Dentro desta perspectiva, o CPP busca contribuir para o bem estar da população pantaneira, tendo em vista a sustentabilidade da região, reconhecendo a dimensão internacional do Pantanal, um bioma compartilhado pela Bolívia, o Brasil e o Paraguai e que também desempenha uma função de regulador hidrológico para todo o sistema fluvial Paraguai-Paraná.

Assim, o CPP atua em nível internacional nos países da bacia do Prata através do Programa Regional Ambiental do Pantanal (PREP), em parceria com a Universidade das Nações Unidas. Buscando atuar em sintonia com os interesses da comunidade, o CPP tem na participação comunitária um elemento chave na sua postura perante a sociedade, objetivando sempre o alcance da eficiência, eficácia, efetividade e economicidade e dando transparência às suas ações.

Tendo em mente a máxima “pense globalmente e aja localmente”, o CPP procura atuar de maneira a que qualquer região úmida do planeta possa tirar proveito dos conhecimentos aqui adquiridos, fomentando a solidariedade e promovendo princípios éticos e humanitários.

CPPantanal
 

Além das suas atividades no seio da Rede Mundial de Centros e Programas de Pesquisas da Universidade das Nações Unidas, através do UNU-PREP, o CPP, em parceria com o

Ministério da Ciência e tecnologia, desenvolve um grande programa de pesquisa sobre a pecuária, a pesca e as atividades econômicas alternativas no Pantanal.

Este Programa efetua pesquisas e capacita profissionais de diversas áreas – ecologia, economia, engenharia, direito, administração, etc – visando contribuir para a elaboração e a execução de políticas públicas que promovam a cidadania e o bem estar das populações da região.

A atuação é através de rede de cooperação horizontal e não competitiva, de forma a aproveitar as vantagens das instituições integrantes de sua rede, garantindo ao CPP o máximo proveito de seus recursos, evitando redundâncias e promovendo o trabalho cooperativo.

Missão:

Contribuir com a Sustentabilidade ambiental, social e econômica de Áreas Úmidas (AUs), integrando competências.

Vocação:

Contribuir e compartilhar conhecimentos para a conservação das ÁUs do Planeta.

Visão:

Ser reconhecido internacionalmente como um fórum para troca de experiências e para formação de recursos humanos visando a proteção, a preservação e o uso sustentável de AUs, incluindo questões relativas à conservação e ao manejo da Biodiversidade, gestão de recursos hídricos e sistemas de interação planalto-planice, dentre outras.

Valores:

  • Estrutura de Rede: O Governo Federal é o maior financiador do CPP, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), mas há também parcerias com as Fundações de amparo à pesquisa de MS e MT – FUNDECT e FAPEMAT – e com instituições governamentais e não governamentais.

  • Sustentabilidade de Áreas Úmidas: Com foco prioritário na sustentabilidade da região, reconhecendo a dimensão internacional do Pantanal, o CPP atua em escala internacional desde a sua origem. Organizado em rede, o CPP distribui suas ações entre diferentes instituições dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Na rede do CPP, articulam-se pesquisadores e estudantes da UFMT, UNEMAT, UFMS, UEMS, Anhanguera-Uniderp, UCDB e Embrapa Pantanal, além de instituições de outros países.

  • Foco na comunidade: Ao atuar em sintonia com interesses da comunidade, o CPP tem na participação comunitária um elemento chave de seu caráter, com objetivo de alcançar eficiência, efetividade e economicidade, com absoluta transparência em suas ações.

  • Transparência de conhecimento: Tendo em mente a máxima “pense globalmente e aja localmente”, o CPP procura atuar de maneira a que qualquer região úmida do planeta possa tirar proveito dos conhecimentos aqui adquiridos, fomentando a solidariedade e promovendo princípios éticos e humanitários.

O Centro de Pesquisa do Pantanal (CPP) torna público, para o conhecimento de quem possa interessar e convida os interessados a participar do processo simplificado para contratação de consultoria estratégica no âmbito do Projeto PETRA com vistas a subsidiar a coordenação do projeto na implementação de um Observatório Territorial para o Noroeste de Mato Grosso.

Para maiores informações, acesse o arquivo abaixo:

Termo de Referência nº.54/PETRA/CPP/2016

Termo de Homologação e Adjudicação – 23/05/2016

ACESSE O ARQUIVO

O Centro de Pesquisa do Pantanal torna público o resultado da Análise de Recurso Administrativo apresentado pela Licitante “O. L. C. TURISMO” à Comissão de Compras e de Licitação do CPP, referente ao Edital nº 01/CPP/2016.

ACESSE O ARQUIVO

O Centro de Pesquisa do Pantanal torna público o resultado do Edital nº 01/CPP/2016.

ACESSE O ARQUIVO

Ata de Abertura e Julgamento dos Documentos de Habilitação e das Propostas de Preços do Edital Nº. 01/CPP/2016 – 05/05/2016

ACESSE O ARQUIVO

Restrito

Facebook

Contato

Centro de Pesquisa do Pantanal

Rua Dois, N.º 497, Sala 02, Bairro Boa Esperança

Cuiabá - MT

Telefones: + 55 (65)3627-1887

Email: gestao.cpp@gmail.com

Sobre nós

O Centro de Pesquisa do Pantanal – CPP – é uma organização independente, com enfoque humanista e sem fins lucrativos. Seu propósito maior é a promoção da cidadania, que no século XXI, tem na questão ambiental seu ponto chave.

Funcionando em estrutura de rede, o CPP está fortemente calcado em parcerias governamentais e não governamentais dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, contando também com o apoio de setores do governo federal.