29 Abril 18

MCTI e CPP firmam novo termo de parceria

Escrito por 

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação – MCTI e o Centro de Pesquisa do Pantanal – CPP firmaram no dia 28 de dezembro de 2012 o novo Termo de Parceria intitulado “Ciência e Sociedade no Pantanal: Integrando Conhecimentos para a Sustentabilidade Socioambiental.”

Há 10 anos o CPP vem atuando no Pantanal, visando, principalmente, a sustentabilidade sócio-econômica da região. Em novembro de 2012 o CPP realizou um workshop de avaliação das suas três redes – Pesca, Pecuária e Bioprospecção – finalizando oficialmente as atividades do projeto “Consolidação da Rede de Pesquisa sobre os Ecossistemas do Pantanal”.

Como ainda há necessidade de expandir a base de conhecimentos sobre o Pantanal e de continuar a subsidiar a tomada de decisão para o uso sustentável da região, o CPP propôs uma nova parceria ao MCTI para a complementação de alguns projetos e para a introdução de novas ações.

Nos próximos quatro anos o CPP propõe atuar estrategicamente, privilegiando sete componentes:

1)Lei do Pantanal;
2)Uso e Gestão de Recursos Pesqueiros do Pantanal;
3)Agregação de Valor aos Produtos da Pesca e da Pecuária Pantaneira;
4)Rede Municipal de Adaptação e Mitigação às Mudanças Climáticas: Resposta a diferentes Cenários de Mudanças Climáticas (ClimBAP);
5)Capacidade de Suporte e Sustentabilidade do Turismo no Pantanal;
6)Caracterização Ocupacional de Pescadores e Pecuaristas do Município de Poconé na Microrregião do Alto Paraguai;
7)Gestão e Apoio Logístico.

Ler 16 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Restrito

Facebook

Contato

Centro de Pesquisa do Pantanal

Rua Dois, N.º 497, Sala 02, Bairro Boa Esperança

Cuiabá - MT

Telefones: + 55 (65)3627-1887

Email: gestao.cpp@gmail.com

Sobre nós

O Centro de Pesquisa do Pantanal – CPP – é uma organização independente, com enfoque humanista e sem fins lucrativos. Seu propósito maior é a promoção da cidadania, que no século XXI, tem na questão ambiental seu ponto chave.

Funcionando em estrutura de rede, o CPP está fortemente calcado em parcerias governamentais e não governamentais dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, contando também com o apoio de setores do governo federal.