29 Abril 18

Sancionada criação do Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal em Cuiabá

Escrito por 

A presidente Dilma Rousseff sancionou a criação do Instituto Nacional de Pesquisa do Pantanal, com sede em Cuiabá. A instalação do INPP proporciona a comunidade científica mato-grossense melhores condições para articular ações, promover novas iniciativas e propiciar o desenvolvimento de modelos e de bancos para integrar a transferência do conhecimento gerado no bioma do Centro-Oeste.

De acordo com o professor Paulo Teixeira de Sousa Júnior, coordenador em exercício do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Áreas Úmidas (UFMT), e associado honorário do Centro de Pesquisas do Pantanal (CPP), com a sanção presidencial será iniciada a estruturação da equipe de pesquisadores que produzirá Ciência no INPP, que trabalhará em rede com as instituições da região, de modo a promover o fortalecimento mútuo, otimizando os recursos investidos nas pesquisas sobre o tema.

O INPP funcionará no Campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), onde toda estrutura já está construída e pronta para entrar em funcionamento. O professor Paulo Teixeira de Sousa Júnior destaca que uma articulação entre governo estadual, federal, a UFMT e mobilização de pesquisadores têm promovido Mato Grosso no cenário científico. O CPP, organização criada em 2002 por pesquisadores do Estado, motivou a instalação do INPP no campus da UFMT.

A expectativa é que os investimentos fomentem a realização de pesquisas em diversas áreas, abordando as ciências naturais, aplicadas e humanas, com o objetivo último de contribuir para a melhoria da qualidade de vida da população local.

O investimento do Ministério de Ciência e Tecnologia na construção do prédio no campus da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) é considerado um estímulo aos estudos já desenvolvidos e de referência produzidos pelo Centro de Pesquisas do Pantanal (CPP).

Além do INPP outros dois centros de pesquisa passam a integrar a estrutura do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI). Foi sancionada a criação do Instituto Nacional de Águas (INA) e do Centro de Tecnologias Estratégicas do Nordeste (Cetene). A lei que cria os três centros também transfere para o MCTI o Museu de Biologia Professor Mello Leitão, que passa a se chamar Instituto Nacional da Mata Atlântica. 

Assista aqui a entrevista concedida pelo professor Paulo Teixeira de Souza Júnior à TV Centro América.

Ler 77 vezes
Avalie este item
(0 votos)

Restrito

Facebook

Contato

Centro de Pesquisa do Pantanal

Rua Dois, N.º 497, Sala 02, Bairro Boa Esperança

Cuiabá - MT

Telefones: + 55 (65)3627-1887

Email: gestao.cpp@gmail.com

Sobre nós

O Centro de Pesquisa do Pantanal – CPP – é uma organização independente, com enfoque humanista e sem fins lucrativos. Seu propósito maior é a promoção da cidadania, que no século XXI, tem na questão ambiental seu ponto chave.

Funcionando em estrutura de rede, o CPP está fortemente calcado em parcerias governamentais e não governamentais dos estados de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, contando também com o apoio de setores do governo federal.